O Curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Sergipe

O curso de Ciências Sociais da UFS (bacharelado e licenciatura) tem como objetivo geral oferecer uma formação consistente nos campos disciplinares da Antropologia, Sociologia e Ciência Política, habilitando o egresso a agir profissionalmente mediante o emprego adequado de ferramentas analíticas próprias das Ciências Sociais. São ofertadas 50 vagas anuais para graduação em Ciências Sociais Bacharelado e Licenciatura.

Bacharelado

Formação para atuação profissional na pesquisa científico-social, de opinião e de mercado ; no planejamento rural e urbano ; no ensino superior ; em assessoria e consultoria sobre fenômenos e questões sociais, tais como : diversidade sócio-cultural ; desigualdades sociais ; conflitos e violência ; mundo do trabalho ; juventude ; religiões; família ; vida urbana e vida rural ; política e relações de poder.

As habilidades do bacharel são sintetizadas pelo termo Imaginação Sociológica (que também é antropológica e politológica) : conhecer e aplicar métodos e técnicas de análise e interpretação científica de fenômenos que articulem os problemas pessoais às estruturas e instituições sociais nas quais os indivíduos estão inseridos:« Hoje testemunhamos mudanças intensas e desorientadoras. Países inteiros estão se dissolvendo; as mulheres estão demandando igualdade em relação aos homens(...) ; os desejos das pessoas são cada vez mais [influenciados] pelos meios de comunicação de massa ; os computadores têm alterado radicalmente como as pessoas trabalham e se divertem ; existem, proporcionalmente, menos bons empregos para se escolher ; a violência nos rodeia ; a ruína ambiental nos ameaça. Assim como ocorreu há um século, os [cientistas sociais] contemporâneos procuram entender os fenômenos sociais e sugerir maneiras plausíveis de melhorar suas sociedades » (Brym et al., 2009).

Condições de acesso. Todos os candidatos aprovados entram automaticamente no curso de Bacharelado, mas podem se transferir para o curso de Licenciatura em Ciências Sociais assim que concluirem todas as disciplinas do segundo semestre (segundo o currículo antigo, ainda vigente) ou do primeiro semestre (segundo o novo currículo, em fase de ajustes de regulamentação).

Licenciatura

Formação para atuação profissional no ensino da Sociologia e Ciências Sociais, cuja possiblidade de inserção no mercado de trabalho aumentou consideravelmente depois da volta da Sociologia ao ensino básico no Brasil : « Durante décadas, as licenciaturas foram consideradas cursos de segunda categoria, em relação aos bacharelados. Entretanto, é justamente nessa área, de formação de professores, que a universidade brasileira encontra um de seus maiores desafios, já que as mais diversas avaliações acerca do desempenho de alunos e professores no ensino básico constatam que os limites da aprendizagem são causados, em boa parte, pelos limites daqueles que ensinam » (Ramalho, 2012).

O licenciando em Ciências Sociais deverá adquirir a habilidade específica de inserir as competências da Imaginação Sociológica (Antropológica e Politológica) nos saberes escolares. A importância dessa habilidade se justifica porque no dia-a-dia as pessoas costumam pensar que o que acontece com elas e com o mundo é causado sempre por causas físicas ou pessoais (a fome pela seca ; o sucesso econômico pelo trabalho árduo ; o casamento pelo amor ). Mas as habilidades profissionais de um licenciado em Ciências Sociais podem ensinar às novas gerações a desenvolverem um olhar reflexivo e empiricamente fundamentado sobre coisas que lhes acontecem por causa de instituições e fenômenos sociais que afetam sua vida pessoal. Exemplos : « se as secas são responsáveis pela fome, por que tantas pessoas passam fome em condições climáticas normais ? Se o trabalho árduo gera a prosperidade, por que tantas pessoas que trabalham duro durante toda a vida são pobres ? Se o amor é a causa do casamento, por que tantas famílias são locus de violência contra a mulher e a criança ? » (Brym et al., 2009).

Condições de acesso. Quando um estudante decide se transferir do Bacharelado para a Licenciatura, não estará renunciando ao Bacharelado. Ele pode concluir a Licenciatura e solicitar reingresso e concluir seu Bacharelado, sem novo processo seletivo – e vice-versa.

Notícias